top of page
  • Foto do escritorCANDOMBLE - AFRO BRASIL

O Papel das Ekedis no Candomblé, um Compromisso e Devoção à Tradição

Atualizado: 16 de abr.

No coração do Candomblé, as Ekedis, conhecidas também como Èkèjí, Àjòyè, Ìyároba ou Makota, dependendo da linhagem da casa religiosa, desempenham uma função de suma importância. Enquanto os filhos de santo incorporam durante os rituais, as Ekedis permanecem conscientes, prontas para cumprir suas obrigações, destacando-se assim por um elevado nível de responsabilidade e consciência.



Dentro de uma casa de axé, a Ekedj é reverenciada como uma mãe, cujas responsabilidades transcendem as simples tarefas do cotidiano. Ela escuta, aconselha, ama, cuida, consola, alimenta e zela tanto pelos orixás quanto pelos membros da comunidade religiosa, evidenciando que a maternidade espiritual vai além dos laços sanguíneos.


Uma lenda do povo Jeje ilustra de forma marcante a origem das Ekedis, enfatizando sua importância como guardiãs dos sacerdotes do vodun desde o ventre materno. Essa narrativa ressalta o papel ancestral e sagrado das Ekedis na preservação e no cultivo das tradições religiosas.


A atuação das Ekedis abrange diversas áreas dentro da casa de axé, desde a organização das atividades até a preparação dos rituais e das oferendas sagradas.


Seu compromisso com o Orixá que as escolheu é evidente na dedicação em zelar por seus pertences, garantindo também sua participação ativa nas celebrações e iniciações. Além disso, a relação entre as Ekedis e os Orixás é marcada por uma profunda intimidade e lealdade espiritual. Elas têm o poder de interceder em defesa do axé e de seus líderes religiosos, assegurando a preservação da liturgia e dos juramentos sagrados. Dessa forma, as Ekedis desempenham um papel vital na sustentabilidade e na continuidade das tradições do Candomblé. Sua presença e devoção garantem o conforto espiritual dos Orixás e a coesão do axé, demonstrando que a maternidade espiritual transcende barreiras temporais e físicas.


Babalorisá Gamby Ty Sangó


Colaboraçãi: Egbome Singrid d’Osun


Clique na imagem e saiba mais...



34 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Коментарі


bottom of page