top of page
  • Foto do escritorAFRO BRASIL 2021

A Importância do Capricho e Cuidado com as Vestimentas no Candomblé: Mais que Aparência, uma Expressão Histórica e Cultural

No universo do Candomblé, as vestimentas não são simplesmente roupas, mas sim uma expressão profunda de história e cultura. Elas carregam consigo séculos de tradição e simbolismo, conectando os praticantes às suas raízes ancestrais e aos rituais sagrados. Cada peça, cada detalhe, conta uma história e representa um elo com os antepassados e os orixás.

A Importância do Capricho e Cuidado com as Vestimentas no Candomblé

É essencial compreender que, no Candomblé, há uma complexa hierarquia e protocolos a serem seguidos em relação às vestimentas. Por exemplo, cada idade de santo permite um tecido e corte diferente, como as batas que marcam a maioridade espiritual, aos sete anos de iniciação. É fundamental que os praticantes saibam onde devem estar e qual traje usar, para não desrespeitar a hierarquia e os rituais sagrados.


As vestimentas também indicam a posição do praticante na comunidade religiosa. Enquanto os yawos devem se vestir de forma simples, porém caprichada, os Egbomes têm permissão para trajes mais luxuosos, refletindo sua experiência e posição na hierarquia religiosa. O cuidado e o capricho com as vestimentas não são apenas uma questão de estética, mas sim de preservação da tradição, respeito aos ancestrais e integridade espiritual do Candomblé.


BABALORISÁ GAMBY TY SANGO


Colaboração: Egbome Singrid d’Osun




230 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page